sexta-feira, 18 de maio de 2018

Qual é o seu caminho?

Seja o colorido que você quer ver no mundo. 

Com o intuito de embelezarmos e colorirmos mais a nossa cidade, fizemos um grafite na Avenida da Saudade. Os alunos ficaram bem empolgados, pois era o primeiro grafite de muitos. Usamos de cores e formas diferentes para que ficasse o mais alegre possível. O artista Dadão nos ajudou nessa missão, foi ele quem fez o esboço e passou para a parede. Usamos todo o conhecimento que ele nos ensinou em aula, e foi uma experiência incrível. No final, era notável a gratificação e alegria de cada um que pôde deixar o seu nome escrito junto desse primeiro grafite. 
Gratidão ✨



















quarta-feira, 16 de maio de 2018

Grafite: arte urbana

Grafite é o nome dado as pinturas feitas em paredes desde o Império Romano, mas surgiu e tornou-se uma linguagem de protesto no fim dos anos 70, nos Estados Unidos. Atualmente o grafite é uma forma de expressão muito bem reconhecida no Brasil e no mundo. E para falar um
pouco mais sobre isso, recebemos o artista e grafiteiro Eduardo Von Haehling, mais conhecido como Dadão. Ele foi até o nosso espaço e compartilhou conosco um pouco do seu conhecimento sobre essa arte, os seus diferentes segmentos, como o grafite hiphop e o grafite acadêmico, e também diferenciou grafite de pixação. Levou alguns de seus desenhos para nos mostrar, além de fotos de outros grafites espalhos pelo mundo, e no final, pediu que cada um fizesse um grafite no papel com seu próprio nome ou algo que gostasse. Foi uma aula pra lá de especial, valeu Dadão!











quinta-feira, 10 de maio de 2018

Rio Jacaré Pepira

Conhecer mais um pedacinho da nossa cidade era o que tínhamos em mente. E com esse pensamento, partimos em direção ao Rio Jacaré Pepira, rio de grande importância para nós Douradenses, seja para o lazer, alimentação e até mesmo breves visitas. Fomos acompanhados pelo Johny que nos contou algumas coisas daquele trecho em que estávamos, além de nos falar e mostrar alguns peixes típicos, dentre eles: cascudo abacaxi, piramboia ou muçum, peixe espada ou tuvira, piava, mandi, traíras de duas especies diferentes, curimbatá, as temidas piranha amarela e piranha preta, ximburé e o famoso peixe dourado, símbolo de nossa cidade. Também tivemos a oportunidade de fazer uma trilha e, no final, tomamos um delicioso lanche próximos ao rio. Foi uma tarde sensacional, gratidão!





















quarta-feira, 9 de maio de 2018

Bacias hidrográficas

“Percebeu que não é possível entrar duas vezes no mesmo rio, na segunda vez as águas serão outras, o primeiro rio já não existirá. Tudo é água que flui; as montanhas, as casas, as pedras, as árvores, os animais, os filhos, o corpo... Assim é tudo, assim é a vida: tempo que flui sem parar.” 
 - Heráclito

Foi a vez de aprendermos sobre bacias hidrográficas. E para essa aula, recebemos mais uma vez a Prof. Nilvia, que nos explicou o que é uma bacia hidrográfica e qual a sua importância para nós. Ela também nos falou sobre a urgência da preservação das nossas águas para que no futuro não fiquemos sem esse bem de extrema importância para a vida. 
Gratidão por todo o conhecimento compartilhado!